Arquivo postado em ‘Florence’

COMPRANDO E COMENDO BEM EM FLORENÇA!

Friday, March 4th, 2011

A primeira coisa que você precisa saber desta matéria antes de viajar para Florença, é que a melhor maneira de conhecê-la é andando a pé. A cidade é encantadora e possui diversos pontos turísticos, um bem pertinho do outro. Além das famosas obras de arte, Florença é famosa por ser uma cidade para sair de compras, entendeu mulherada? Então, começaremos dando uma dica de um mercado chamado Mercato San Lorenzo, ele fica numa ruazinha bem colorida e barulhenta, uma experiência necessária para qualquer turista. Há de tudo à venda: antiguidades, artesanatos, artigos de prata e couro, roupas e até brechós. De março a outubro ele abre todos os dias, das 08h00 às 20h00 horas, porém nos meses de novembro, dezembro e janeiro o mercado fecha…

aos domingos e às segundas-feiras. Vai ser difícil resistir ao brilho das vitrines das joalherias da Ponte Vecchio, principal cartão postal da cidade. Existem nada menos que 18 lojas sobre a ponte vendendo jóias. Os estabelecimentos estão ali desde o século 16 e são conhecidos pelos produtos de prata e ouro. Para quem tem um orçamento um pouco menor, a dica é a loja chamada Mario Buccellati, localizada na Via della Vigna Nuova nº 71r, que desde 1919 produz jóias de qualidade. O bairro de Tornabuoni e a Via della Vigna Nuova se concentram as lojas mais elegantes de roupas, calçados e acessórios da cidade. Lá os turistas encontram…

grifes caras, como Gucci, Armani, Ferragamo e Mila Schön. As opções de compras em Florença não terminam apenas nessas dicas, é aconselhável guardar uma reserva para os charmosos antiquários originais da capital toscana. Eles podem ser encontrados ao redor da Via Maggio e em Borgo Allegri. Já as lojas de artesanatos nos bairros de Santo Spirito e San Frediano. Pessoal anote bem esse endereço, Piazza Pitti 16r e 23-24r. A loja mais legal que eu conheci, ela vende os tradicionais “mosaicos florentinos”, chamados Pietre Dure. Além de comprar alguns artigos, o turista conhece as técnicas seculares usadas para confeccionar os objetos, é bem interessante! Deu fome depois de tantas dicas de compras em Florença? Então anote algumas dicas de culinárias no final das fotos!

Foto: Blog Giramundos – (Estátua de Leonardo da Vinci)

Foto: Blog Giramundos – (Famosa Ponte Vecchio)

Foto: Blog Giramundos – (A Ponte Vecchio foi construída em 1345 e o rio que passa por de baixo dela se chama Rio Arno)

Foto: Blog Giramundos – (Olha a rua que cruza a Ponte Vecchio bombando de turistas)

Foto: Blog Giramundos – (Uma dica importante, não compre jamais esse Creppe Italiano aí da foto, além dele ser horrível e frio, é caro também! A nossa cara não é de contente não galera, estavamos rindo pelo fato de termos pago €16,00 euros pelo Crepe mais ruim de nossa vida)

Foto: Blog Giramundos – (Estátua do famoso pintor italiano Donatello)

DICA DE COMIDA EM FLORENÇA: A culinária é uma riqueza a parte em Florença. Aproveite os inúmeros restaurantes Self-Service que tem por lá, mas atenção, eles são cobrados por porções e não por peso. Você consegue comer muito bem por apenas €10,00 euros. As melhores sobremesas são os sorvetes italianos, os melhores do mundo! Uma bola custa cerca de €2,00 euros. Os principais pratos típicos da região são: Bucatini, uma pasta com molho de tomate fresco com panceta (carne de porco), ou uma “Pasta Alla Carbonara”, macarrão com molho branco feito com ovo, panceta e cebola. Tem também o tradicional Fiori di Zucca Fritti, uma flor de abóbora. Se você for comer tudo isso de pasta italiana que eu indiquei, então peça um bom vinho da região de Brunello para acompanhar!

DICA DE RESTAURANTE EM FLORENÇA: Quando você for passear em Florença, não se esqueça de passar na Via Ricasoli na hora do almoço. O caminho não é difícil, afinal esta é a rua onde está localizada a Galleria Accademia, e você provavelmente vai passar por ela se quiser ver de perto o Michelangelo original. Nessa rua existe um restaurante bem bacana chamado Oliandolo, que prepara comida estilo feita em casa, como: sopas, saladas, pasta, carnes entre outros. Existe o cardápio do dia, você escolhe entre as opções e rapidinho é servido, almoça uma comida razoável e continua fica satisfeito com o preço. Por exemplo, um prato de macarrão me custou na época cerca de €5,00 euros, uma garrafinha de água saiu por €0,50 euros e mais €1,00 euro de coperto, uma taxa tradicional para sentar-se na mesa.