Arquivo postado em ‘GREECE’

CONHECENDO A ILHA DE RHODES NA GRÉCIA

Tuesday, March 22nd, 2011

Entre as ilhas mais visitadas da Grécia, Rhodes é uma delas. Situada no Mar Egeu a 18 quilômetros da Turquia, Rhodes é uma das maiores ilhas do país. Suas medidas possuem 79 km de comprimento e cerca de 40 km de largura. A população da cidade é de 130 mil habitantes, porém esse número aumenta bastante no verão com a chegada dos navios de cruzeiro que trazem milhares de turistas para visitar seus monumentos antigos. Historicamente a ilha sempre foi conhecida pelo famoso Colosso de Rhodes, principal ponto turístico da cidade. Para quem adora história, eu descobri através de um guia local, que a sétima e última maravilha do mundo antigo, o Colosso de Rhodes era uma gigantesca estátua de bronze representando Hélios, o deus Sol da mitologia grega, ou segundo algumas versões mais raras, o deus Apolo, deus que no decorrer dos séculos substituiu a antiga divindade de Hélios. A estátua foi esculpida pelo escultor Carés de Lindos, o mesmo nome dado a outra cidade da ilha de Rhodes. Ao fim de 12 anos de construção, a obra foi concluída. O resultado final foi uma estátua de 30 metros de altura feita com 70 toneladas de bronze. O guia me revelou que o colossal foi erguido na entrada marítima…

de Rhodes, obrigando assim, todas as embarcações que chegassem à ilha passarem entre as pernas da gigantesca estátua. Após 56 anos a estátua foi destruída por um tremor de terra. Para quem não sabe, o local onde estava a estátua, foram construídos 2 pilares com 2 veados esculpidos em bronze em cada uma das pontas.Por conta de todas estas histórias e construções milenares, a cidade medieval de Rhodes, capital da ilha se tornou Patrimônio Histórico da Humanidade. Outro lugar legal para se visitar é o fantástico Vale das Borboletas, que está localizado a 50 km do centro de Rhodes. Para alimentar-se, a dica é provar uma das deliciosas comidas típicas grega, que na maioria das vezes acompanha carne assada e saladas de pepino com iogurte produzido na própria ilha. Experimente também o churrasquinho grego, conhecido como Souvlaki. A dica de hospedagem é o Pylea Beach Hotel que está localizado na praia a 1 km do mercado central de Ialyssos e 7 km de Rhodes. O hotel possui TV, ar condicionado, frigobar, cofre, telefone, café da manhã, bar, sala de jogos, piscina, estacionamento, restaurante e Internet 24 horas.

Foto: Blog Giramundos – (Essas são as duas estátuas que ficaram no lugar da antiga do Colosso de Rhodes. Cada uma delas têm veados exculpidos em bronze, um representa o macho e a outra a fêmea)

Foto: Blog Giramundos – (Centrode Rhodes)

Foto: Blog Giramundos – (Em Rhodes também há lindas praias, porém no lugar da areia da orla, há um monte de pedras. Não se esqueça de levar um chinelo para poder caminhar nela)

Vídeo: Blog Giramundos

 

PATHERNÓN E ACRÓPOLES NA GRÉCIA!

Saturday, March 12th, 2011

Para conhecer Pathernón na Grécia é preciso subir uma colina até a Acrópoles. Apesar de a subida ser cansativa, vale muito a pena. A arquitetura de Pathernón faz você voltar no tempo, imaginando como devia ter sido viver naquela época. Não esqueça que a Grécia é o berço da dramaturgia. Será por tal razão que os gregos são tão expressivos ao se comunicarem? A impressão que eu tive por não falar grego, é que eles estão brigando justamente por usarem muitos gestos e falarem num tom que requer muitos decibéis. Risos! Uma dica básica: Para subir a colina use roupas e sapatos confortáveis. Não deixe de dar uma explorada no parque histórico, onde está o anfiteatro, o lugar é maravilhoso! Para chegar até a colina onde está o monumento de Pathernón, a cidade oferece um sistema de transporte público bem eficiente. O metrô cobre uma boa parte da cidade e é limpinho. Os ônibus e trens elétricos são super modernos, já os táxis são confortáveis e as tarifas têm um precinho bem camarada. Uma coisa que os visitantes em Atenas podem estranhar, é que ao pegar algum táxi, você talvez não seja o único…

passageiro dentro do carro, pois o mesmo táxi vai pegando outras pessoas pelo caminho. Daí você me perguntaria: Como funciona na hora de pagar? A maioria dos táxis que peguei havia até 3 taxímetros, um para cada passageiro, por isso, não se preocupe na hora de pagar sua corrida. Caminhando pelo turístico bairro de Plaka, eu descobri um ótimo restaurante chamado Psarus, localizado bem ao pé do morro onde está a Acrópoles. O lugar além de ser romântico, é lindo durante a noite, pois possui uma vista fabulosa da Acrópoles iluminada. A decoração é revestida com várias oliveiras e buganvílias, dando aquele toque meio histórico ao lugar. Não é preciso fazer reserva, pois o lugar é amplo e espaçoso. Apesar de o restaurante estar num lugar turístico, o preço dos pratos é razoável. Uma refeição bem servida para 2 pessoas com bebida inclusa custa em média $70,00 euros. Nem é preciso pedir sobremesa, pois os gregos me ofereceram várias frutas da estação e um digestivo delicioso como cortesia da casa. O atendimento dos funcionários é nota 10!

 Fotos: Blog Giramundos

 

Vídeo: Blog Giramundos – (Marcos Garcia visitando o monumento de Pathernón em Atenas na Grécia)

Vídeo: Blog Giramundos – (Marcos Garcia explicando sobre a história do Estádio Olímpico de Atenas na Grécia)

 

CORFU E SEUS MÚLTIPLOS CASTELOS!

Friday, February 18th, 2011

Corfu é uma ilha grega que está localizada entre as 7 ilhas do Mar Jônico. Embora Corfu não seja como as ilhas de Santorini e Mykonos com suas casinhas brancas de teto azul arredondado, ela também é uma ilha muito turística. Corfu é conhecida por causa dos seus múltiplos castelos e por ser um dos destinos mais procurados da Grécia. Quando eu visitei a ilha pela primeira vez, vi milhares de turistas chegando de todas as partes do mundo: Atenas, México, Brasil, USA, de outras cidades européias, de avião, ferryboat ou transatlântico. Até meados de Outubro, Corfu é uma das escalas preferidas dos navios que fazem cruzeiros pelo Mar Mediterrâneo. Pelo que eu percebi, os turistas aparecem na ilha até o Ano Novo. Durante a temporada, a ilha com pouco mais de 100 mil habitantes chega a receber quase 1 milhão de pessoas. Com tanta gente gastando dinheiro, Corfu vive do turismo, sua principal fonte de renda. Nas ruas o som é de uma…

babel, ouvem-se todos os idiomas possíveis. O azeite de oliva é o segundo produto mais comercializado e o cultivo do “Kumquat”, uma mini-laranja, é o terceiro. Com exceção dos azeites, dos licores da laranjinha, de alguns tipos de vegetais e, claro, dos peixes, tudo mais que é consumido na ilha vem de Atenas, capital da Grécia. Dica para passear e tirar lindas fotos: O centro histórico é a principal atração turística da ilha, ele fica entre dois fortes, o velho com origens antigas, e novo, com construções um pouco mais modernas. A Esplanada, uma praça de prédios altos com arcos, é outro lugar que vale a pena conhecer. Ela é repleta de cafés, bares e restaurantes, margeada por um amplo gramado, separa o centro histórico do oceano. Da Esplanada começa um labirinto de ruas estreitas e calçadas de pedra, cheio de turistas e com dezenas de lojinhas para você gastar aqueles “euros” que economizou o ano inteiro! Outro lugar bacana para conhecer é a principal igreja de Corfu, a de São Spyridon. Abaixo segue algumas curiosidades sobre o Spyridon.

CURIOSIDADES SOBRE O SPYRIDON:
Varkarola é um famoso festival que se realiza em Corfu todos os verões. Este evento celebra o milagre de “São Spyridon”, e os habitantes locais acreditam que ele salvou a Ilha de Corfu de um cerco turco em 11 de Agosto de 1.716. Dezenas de barcos ficam ancorados ao longo da baía enquanto bandas tocam músicas tradicionais com dança típica e tudo mais. Para encerrar o festival de Varkarola, um barco é incendiado em pleno mar, e também são queimados fogos de artifício.

Foto: Blog Giramundos – (Da Esplanada começa um labirinto de ruas estreitas e calçadas de pedra, cheio de turistas e com dezenas de lojinhas para você gastar aqueles “euros” que economizou o ano inteiro)

ONDE FICAR EM CORFU?
Um dos albergues mais completos que eu já conheci em toda minha vida é o The Pink Palace, que parece mais um resort do que um albergue. Além da cor que chama muita a atenção, cor-de-rosa, a galera que trabalha nele vem do mundo todo e te tratam como se você fosse um hóspede 5 estrelas. Muitas pessoas imaginam que os albergues foram feitos apenas para hospedar pessoas mais simples como mochileiros, e que suas instalações não possuem conforto algum! O The Pink Palace, por exemplo, não é assim, quase todos os…

quartos tem vista para o mar, ar condicionado, secador de cabelo e frigobar. Além do conforto das acomodações, o albergue conta com uma jacuzzi com água aquecida tamanho família, café da manhã, jantar e uma praia a 25 metros esperando por você. Imaginem que 1 diária com todos esses itens que você acabou de ler, custa em média €40,00 euros por pessoa, esse preço na Europa é muito barato!. O albergue também oferece aos hospedes um tipo de cortesia para entrar numa boate chamada “Palladium”. Informações sobre reservas acessem www.thepinkpalace.com

Foto: Blog Giramundos – (Galera, no Albergue The Pink Palace rola altas festas iradas)

 

MYKONOS É ROMÂNTICA, ECLÉTICA E LIBERAL!

Thursday, February 10th, 2011

Finalmente conheci Mykonos na Grécia com suas milhares de casinhas brancas e cheias de minúsculas igrejas bizantinas de teto arredondado. Um lugar com sinônimo de liberdade, perfeito para esquecer de todas as preocupações do dia a dia. Minha primeira parada foi em Chóra, principal cidadezinha da ilha, que foi construída como um labirinto de ruelas estreitas de chão de pedra. Um dos pontos mais animados é o bairro Venetia, com suas casas de balcões debruçados sobre o mar. Outro lugar agradável cheio de barzinhos e ótimo para degustar um vinho branco, acompanhar o movimento das pessoas e a chegada dos cruzeiros é o porto de Mikonos. O ambiente do porto é propício à paquera, apesar da fama de ser freqüentada pela comunidade gay, Mykonos é alegre e romântica para todos, um território livre onde todo mundo se diverte e se respeita independente da opção sexual. No auge do verão Mykonos é…

invadida por uma multidão de jovens que busca um lugar ao sol, de preferência com bastante música eletrônica. Os DJs mais badalados tocam as músicas mais enlouquecedoras, e as modeletes dançam em cima das mesas para chamarem atenção. Essa galera ostenta também pelo menos mais dois adjetivos no currículo: Eclética e Liberal. Eclética porque acolhe desde os velhinhos desavisados que chegam de navios de cruzeiros para passar o dia, até o Jet-sets internacionais. De mochileiros a milionários. De hippies a moderninhos. É liberal porque quase tudo pode. Pode fazer festa na praia? Pode. Até de manhã e com música eletrônica bem alta? Pode. Pode nadar pelado nas praias? Pode. Mulher pode beijar outra mulher na boca? Pode. Homem também? Também. E ninguém vai esboçar nenhuma atitude de reprovação ou sinal de preconceito por causa disso, pois Mykonos tem uma personalidade muito própria. Vejam abaixo algumas dicas de Mykonos que poderá lhe ajudar bastante!

Foto: Blog Giramundos – (Um dos cartões postais de Mykonos são os “Moinhos de Vento”)

Foto: Blog Giramundos – (Mykonos está cheias de minúsculas igrejas bizantinas de teto arredondado)

 

Foto: Blog Giramundos – (Paradise Beach, você precisa conhecer essa praia)

Foto: Blog Giramundos – (Não deixe de experimentar um dos maravilhosos Kebab que Mykonos oferece, só lá você pode comer um igual)

Foto: Blog Giramundos – (Chóra, a principal cidadezinha da ilha foi construída como um labirinto de ruelas estreitas de chão de pedra, cheia de lojinhas)

Foto: Blog Giramundos – (Uma das curiosidades de Mykonos é o Petrus, um pelicano adotado como mascote da ilha. Trata-se de uma ave grande, com envergadura superior a 1 metro, que anda livremente pelas praias)

DICAS LEGAIS DE MYKONOS!

Para quem vai solteiro tem festa todo dia, há duas boates grandes, uma somente funciona na alta temporada e a outra faz festa com DJs internacionais e muita mulher bonita dançando seminua na beira da praia! Para quem vai acompanhado o melhor lugar para jantar é Little Venice, um restaurante romântico e aconchegante a beira mar que lembra Veneza. A ilha é pequena, mas muito fácil de se perder, todas as ruas são iguais, mas não se desespere, pois você sempre achará alguém simpático para lhe ajudar. Paradise Beach, essa praia você precisa conhecer, há muitos nudistas tomando sol e nadando peladão, mas quem quiser ficar de biquíni, maiô ou sunga, também pode! Qual é a melhor época de ir a Mykonos? Se você quiser pegar a alta temporada, então vá em Julho, Agosto e começo de Setembro. Onde ficar em Mykonos? Um hotel bacana é o Belvedere, porque é no meio do agito e fica perto de tudo. A maneira mais rápida para conhecer a ilha é alugando um pequeno jipe ou um quadriciclo, vai lhe custar cerca de €40 euros. Venta bastante em Mykonos, então vale apena sempre ter uma malha fina na mochila para quando o sol se por. Há restaurantes legais nas praias? Sim, você pode almoçar no restaurante Nammos na praia de Psarou. Onde jantar legal? No mesmo hotel Belvedere que eu indiquei, lá tem o Matsuhisa by Nobu, uma delícia! Como chegar em Mykonos? De avião direto de Atenas com a Aegean Airlines ou com a Olympic Airlines. Se você estiver em Santorini, dá pra ir de ferryboatHellenic Seaways” ou com aqueles aviões pequenos da Sky Express. Galera agente se vê por lá!

 

A BRANCA SANTORINI

Saturday, December 4th, 2010

Não é uma tarefa fácil escolher qual das ilhas gregas é a mais bonita, mais difícil ainda, qual delas visitar primeiro. A badalada Mikonos? A branca Santorini? A amarela Corfu? As praias de Heraklion? As ruínas de Rhodes? ou A mitológica Creta? Bom, eu comecei por umas das mais conhecidas no mundo, a branca Santorini. Quem nunca ouviu falar da famosa novela de Silvio de Abreu “Belíssima” exibida pela Rede Globo, isso mesmo, foi naquele lugar paradisíaco que eu desembarquei. Quando alguém pensa na palavra Santorini, a primeira coisa a vir na cabeça, é aquela imensidão de casinhas brancas, ou…

 os domos azuis das mais de 300 igrejas ortodoxas que se confundem com o céu, transformando a ilha numa verdadeira jóia grega. Santorini não precisa de praias ou shoppings para ser encantadora, aqui, o mar, o pôr-do-sol, as ruelas, os jardins e as construções, fazem de Santorini um lugar inesquecível. O melhor de tudo, qualquer foto tirada na ilha, se torna um cartão postal, aqui a natureza tomou conta de tudo, transformando Santorini num lugar cheio de encantos e magia. De resto, são as casinhas dos moradores, que se tornaram lojas, restaurantes, agência de viagens entre outras. Para subir até as…

 famosas casinhas brancas, a primeira parada é no tradicional e antigo porto de Santorini. Ele fica na parte inferior do morro Fira, e dá acesso ao topo da ilha. Para ir até lá, somente subindo os incontáveis degraus ou pelo teleférico. Há também uma terceira opção, alugar um jumento (burrinhos) por apenas (€10,00 por pessoa = R$24,00). Já o teleférico custa (€4,00 por pessoa = R$10,00). A estação do teleférico está localizada a 500 metros da praça central da ilha, onde se encontram as famosas casinhas brancas. Estejam sempre cientes das possíveis longas filas de espera que encontraram para subir o teleférico.

Fotos: Blog Giramundos – (Uma das opções para subir a montanha é com os “burrinhos”)

Fotos: Blog Giramundos – (Parece até uma cartão postal com esses navios atracados ao fundo)

Fotos: Google – (Vista panorâmica da ilha de Santorini, a cidade fica praticamente prôxima ao precipício)

Fotos: Blog Giramundos – (Marcos Garcia em Santorini na Grécia, ao fundo uma ilha vulcânica)

Fotos: Blog Giramundos – (Estação dos “burrinhos”)

Fotos: Blog Giramundos – (Somente em Santorini é possível ver um congestionamento de “burrinhos” carregando gente do mundo inteiro)

Fotos: Blog Giramundos – (Dentro do teleférico que leva ao topo da ilha)

Fotos: Blog Giramundos – (Marcos Garcia no tradicional e antigo porto de Santorini)

CURIOSIDADES: Santorini tem cerca de dez mil habitantes, que podem chegar a 30 mil na alta temporada. Durante o ano, recebe até um milhão e meio de turistas. O recorde de 2005 foi batido no dia 15 de agosto, quando a população estimada da ilha chegou a 250 mil pessoas. A fama de Santorini é grande, mas seu potencial turístico começou a ser explorado há apenas 30 anos.
Fonte: Santorini.net

DICA IMPORTANTE: A melhor maneira de chegar a Santorini é de avião. A ilha fica a menos de uma hora de vôo de Atenas e tem vôos também para outras ilhas gregas, como Mikonos, Creta e Rhodes. Pelo mar, é possível desembarcar em cruzeiros ou ferryboat. Para conhecer a ilha, o ideal é alugar um carro ou uma motoneta. Se puder, evite os meses do verão europeu, principalmente Agosto, quando as ilhas estão mais cheias e mais caras. O calor também deve ser levado em conta. Em alguns lugares a temperatura pode ultrapassar os 40 graus centígrados.

NÃO DEIXE DE COMER:  O  Döner Kebab é mais ou menos assim: Um sanduíche de pão folha parecido com o pão sírio, enrolado com várias coisas dentro, entre elas: (carne de porco ou frango que são cortadas em nacos, vegetais variados, batata frita alface e tomate, sem esquecer aquele delicioso molho branco grego). A carne vem de um espeto enorme que fica girando o tempo todo sem parar. Para os que não comem carne, também há o Döner Kebab vegetariano com queijos e outras variedades.

Fotos: Blog Giramundos – (Aqui um exemplo dos espetos gigantes de carne e frango que ficam girando o tempo todo)